Instituições de saúde

Telessaúde: o que é e como ela impacta no futuro do mercado  

25 de Abril de 2022

• Tempo de leitura: 7 min

Voltar

A pandemia de covid-19 popularizou diferentes conceitos, sobretudo na medicina, e fez com que a tecnologia ganhasse um papel de destaque nos serviços de saúde. A necessidade de um acompanhamento à distância fez com que aplicativos, computadores, smartwatches e outras ferramentas se destacassem no mercado de saúde, a fim de promover um atendimento mais próximo e de qualidade na atenção à saúde do paciente.  

A telessaúde e a telemedicina possuem diferentes regulamentações e organizações para fazer com que esses programas funcionem de fato e melhorem as informações e a comunicação dos profissionais de saúde com os usuários do sistema.  

No entanto, alguns desses conceitos ainda não são claros a todos os profissionais. Por isso, hoje vamos explicar o que é telessaúde, suas principais características e como ela impacta no futuro desse mercado. Acompanhe

O que é telessaúde?   

A telessaúde se caracteriza por todo suporte dado à distância sobre informações relacionadas à saúde, seja em relação a diagnósticos, informações educativas, laudos ou consultas médicas. O sistema é regulamentado no Brasil pelo Ministério da Saúde desde 2007.  

Por aqui, ele se chama Programa Nacional de Telessaúde Brasil Redes e conta com núcleos regionais espalhados por todo o país, em estados e municípios, permitindo a otimização do tempo em consultas e diagnósticos para reduzir custos de deslocamento e, principalmente, facilitar o acesso à saúde de pessoas que moram em locais remotos do Brasil. 

A telessaúde é uma área ainda em desenvolvimento e, por este motivo, se subdivide em outros segmentos para que se possa compreender sua totalidade e complexidade, tais como:  

  • Teleconsulta: Serviço onde é possível esclarecer dúvidas sobre ações e procedimentos clínicos. Na teleconsulta a comunicação pode ser ou não assíncrona, recebendo as respostas de maneira imediata ou em até 72 horas, conforme regulamento.
UpFlux
Fonte: Programa Nacional de Telessaúde Brasil Redes
  • Telediagnóstico: para pessoas que moram em regiões de difícil acesso, o telediagnóstico oferece laudos à distância. Para isso, uma equipe treinada de profissionais de saúde realiza o exame de diagnóstico para doenças e lesões e, após, as informações são digitalizadas e compartilhadas em uma plataforma Nacional de telediagnóstico para que um profissional produza o laudo à distância.  
UpFlux
Fonte: Programa Nacional de Telessaúde Brasil Redes
  • Teleducação: propõe atividades educacionais de educação sobre saúde com aulas, cursos, fóruns, palestras e discussões sobre procedimentos, bem como a qualificação de profissionais sobre determinados temas.  
UpFlux
Fonte: Programa Nacional de Telessaúde Brasil Redes
  • Segunda opinião formativa:  Resposta sistematizada, construída com base em revisão bibliográfica, evidências científicas e clínicas a perguntas originadas das teleconsultorias.  

Benefícios da telessaúde 

Basicamente, a telessaúde ajuda a democratizar o acesso à saúde no país, levando atendimento até mesmo às regiões mais remotas. Apenas com o uso de tecnologia e o acesso à internet, os atendimentos podem ser realizados fazendo com que milhares de pessoas tenham seus diagnósticos agilizados, tratamentos iniciados e um cuidado mais próximo e humanizado. 

De forma resumida, a telessaúde contribui para o bem-estar da população em geral, levando a competência dos profissionais de saúde a lugares onde dificilmente seria possível chegar, e cumpre o papel do SUS em sua integralidade, que visa atender a todos de forma irrestrita. 

Em 2020, com o avanço dos casos de Covid-19, o Governo Federal ampliou o alcance desse tipo de atendimento, permitindo o acompanhamento remoto, reduzindo a exposição aos riscos da doença. Assim, o TeleSUS pode atender mais de 1 milhão de pessoas somente nos primeiros meses de pandemia.  

Além disso, esse tipo de assistência ainda garante a agilidade na entrega de laudos; qualidade na entrega, já que conta com profissionais especializados para laudar; redução de custos de deslocamento; economia de tempo e acesso universal

UpFlux
telemedicina e telessaúde  no auxílio do cuidado ao paciente

 
Diferença entre telemedicina e telessaúde  

Os dois conceitos podem parecer semelhantes, mas a telemedicina e a telessaúde são diferentes iniciativas que consistem em um mesmo propósito: garantir o acesso e a qualidade na prestação de serviços de saúde baseados em inovações tecnológicas. O uso de tecnologias está cada vez mais em evidência, sobretudo para comunicação, e se tornou uma necessidade dentro de hospitais e clínicas.  

Como já falamos, esse programa consiste em uma série de suportes prestados ao paciente para que ele consiga remotamente o acesso aos serviços de saúde, baseando esse conceito na assistência e educação por questões geográficas e temporais

Já a telemedicina é um dos braços da telessaúde. A telemedicina é definida pelo Conselho Federal de Medicina como “O exercício da medicina mediado por tecnologias para fins de assistência, educação, pesquisa, prevenção de doenças e lesões e promoção de saúde”.  

Ou seja, a telemedicina aproxima médicos e pacientes com finalidade diagnóstica, valorizando a comunicação entre ambos, melhorando a prática profissional e garantindo atendimentos e procedimentos como: consulta online, conversas com especialistas, interpretação de exames, cirurgias robóticas, acompanhamento, entre outros serviços.  

O futuro e a telessaúde  

Pode parecer usual dizer isso, mas ao que tudo indica a telessaúde e, consequentemente, a telemedicina, são o futuro desse mercado. Os últimos anos nos mostraram que é possível prestar um atendimento de qualidade e que valorize a experiência do paciente, mesmo que remotamente.  

Os serviços prestados de forma remota já são uma realidade em diversos segmentos, e na saúde não será diferente. As vantagens no compartilhamento de informações e, principalmente, a diminuição do uso de recursos humanos e financeiros, farão com que esses serviços continuem crescendo nos próximos anos.  

Falamos sobre temas relacionados à utilização de tecnologias na saúde durante o Process Mining Day: Saúde em Foco. Para acessar o material completo e entender melhor como a inovação tecnológica tem transformado o cuidado ao paciente, basta clicar aqui.  

De maneira resumida, o futuro espera dos profissionais que trabalham no ramo de saúde que se adequem a esse novo modelo de atuação. Investir em soluções digitais deixou de ser uma vantagem que poucos podem ter e se tornou uma necessidade nos mais variados setores. A verdade, nesse caso, é uma só: quem não seguir esse fluxo, pode perder sua estabilidade no cenário e deixar lacunas que prejudicam o atendimento e, consequentemente, a experiência dos pacientes.  

UpFlux


Postagens Relacionadas