Instituições de saúde

7 benefícios da longitudinalidade do cuidado na assistência primária

10 de Maio de 2022

• Tempo de leitura: 10 min

Voltar

Estar próximo do paciente é uma das melhores maneiras para aumentar as chances de ter um desfecho positivo nos casos, entendendo suas necessidades, melhorando a experiência do usuário e criando novas oportunidades de gestão. 

A longitudinalidade do cuidado aborda justamente esse ponto. Quando o profissional de saúde acompanha o paciente por um longo período, ele possui maior propriedade para entender a jornada do paciente e possíveis caminhos do caso, além de criar um vínculo pessoal com o usuário. 

O acompanhamento a longo prazo da jornada do paciente tende a ser uma maneira do profissional em saúde entender aprofundadamente possíveis desfechos e, até mesmo, reconhecer diagnósticos improváveis justamente pela sua proximidade com o caso. 

Neste texto vamos falar sobre como a longitudinalidade do cuidado é positiva para pacientes e profissionais, sete benefícios da sua aplicação e como a tecnologia pode ser crucial na manutenção desse conceito.

O que é a longitudinalidade do cuidado? 

A longitudinalidade do cuidado representa o acompanhamento do paciente ao longo do tempo, feita por profissionais da equipe de atenção primária à saúde. Essa relação é de longa duração e, geralmente, quem presta essa assistência possui um entendimento muito maior sobre o paciente e, inclusive, sobre sua situação familiar.

Ou seja, por anos os pacientes e suas famílias são monitorados por uma equipe multidisciplinar que conhece suas histórias, suas necessidades e anseios, constrói laços e possui um acúmulo de informações importantes sobre suas vidas com o passar dos anos.  

Esse tipo de atendimento, longínquo e feito de forma ordenada, traz benefícios não só ao paciente, melhorando sua experiência com a organização, mas aos profissionais que possuem familiaridade e propriedade sobre os casos, e também ao sistema de saúde que, com o conhecimento sobre paciente, consegue reduzir o número de atendimentos e hospitalizações, otimizando, inclusive, seus custos. 

7 benefícios da longitudinalidade do cuidado

Os benefícios da longitudinalidade do cuidado são vastos. Ao cuidar de um paciente por um período extenso o profissional consegue ter maior integração das dimensões físicas, psicológicas, sociais e econômicas da realidade do usuário do sistema. Esse contato melhora a relação entre usuários e prestadores de serviços; promove um papel mais efetivo na manutenção de saúde; reduz o uso dos serviços de saúde e ainda reduz custos do cuidado, entre outros pontos. 

Por isso, listamos abaixo sete motivos para adotar o conceito de longitudinalidade do cuidado: 

  1. O atendimento à distância é facilitado

Com o passar dos anos os pacientes começam a consultar menos e o entendimento sobre sua realidade, suas dimensões sociais, econômicas e psicológicas, se torna maior por parte do profissional. Assim, a equipe assistencial consegue fazer um acompanhamento remoto e otimizado sobre o caso, já que reconhece algumas das necessidades do usuário e compreende a jornada do paciente, suas possibilidades e prováveis desfechos. 

  1. Reduz o número de hospitalizações

A longitudinalidade também resulta no número menor de hospitalizações, já que os profissionais se tornam mais capazes de verificar se o problema pode ser manejado em casa ou se o paciente precisa ir até o hospital, prestando o atendimento necessário. 

  1.  Reduz custos assistenciais 

Com menor número de hospitalizações e, a longo prazo, a redução do uso de alguns serviços, a instituição de saúde tende a reduzir os gastos com esses pacientes. Além disso, o próprio entendimento do profissional sobre o caso tende a reduzir custos, fazendo com que o diagnóstico e o desfecho sejam mais ágeis, reduzindo o tempo de permanência e fazendo com que os recursos humanos sejam melhor utilizados. 

  1. Facilita o controle de medicações

A  longitudinalidade facilita a observação de uma medicação prescrita e permite verificar se o paciente aderiu ao tratamento, já que o profissional tem maior proximidade com o usuário. Ela também dá maior visibilidade sobre os desfechos, percebendo se o tratamento prescrito funcionou ou não. 

  1. Facilita diagnóstico 

Pelo longo contato com o paciente, a equipe consegue entender com maior facilidade os padrões familiares, sociais e outras questões que são do contexto do paciente e que podem influenciar no seu diagnóstico. 

  1. Aumenta a confiança com o profissional 

Durante esse percurso do profissional com o paciente, criam-se laços muito fortes com seu médico ou com a equipe multidisciplinar que o atende. Assim, a confiança conquistada pode fazer com que o paciente sinta-se mais confortável para dividir informações que serão relevantes para o seu atendimento. 

  1. Melhora a experiência do paciente 

Contar com profissionais que entendem seu caso a longo prazo e conhecem todos os aspectos da sua vida, faz com que o paciente se sinta muito mais confortável e confiante sobre o seu atendimento. Isso melhora sua experiência, aumentando a adesão ao tratamento e possibilitando um desfecho mais positivo. 

De forma resumida, a longitudinalidade do cuidado tende a trazer benefícios não só para os pacientes, mas também para os profissionais que terão maior controle sobre seus pacientes e também para as instituições de saúde que poderão ter desfechos melhores dos casos e uma otimização de alguns indicadores importantes para a gestão hospitalar

longitudinalidade do cuidado

A tecnologia na longitudinalidade do cuidado 

A tecnologia pode ser uma grande aliada da longitudinalidade do cuidado. Por meio de soluções e ferramentas tecnológicas é possível acompanhar a jornada do paciente de ponta a ponta, entendendo seu percurso e visualizando as variabilidades do cuidado que podem acontecer pelo caminho. 

Por contar com equipes multidisciplinares que cuidam dos pacientes a longo prazo, é comum que nem todos os profissionais tenham acesso às mesmas informações. Ou seja, é preciso criar alternativas para que toda equipe esteja “na mesma página”, entendendo a dinâmica do cuidado e seguindo com o tratamento da forma mais adequada possível. 

Além disso, um dos desafios da assistência à saúde é a adesão dos pacientes ao tratamento. A tecnologia aplicada à longitudinalidade do cuidado permite que o gerenciamento seja muito mais aprimorado e preciso sobre os passos do paciente em relação ao tratamento proposto e permite que o profissional faça intervenções sempre que necessário para melhorar essa dinâmica.

Acesse nosso blogpost sobre transformação digital na saúde e entenda como a tecnologia pode ser uma aliada em diversos cenários, dando apoio às organizações para prestar o melhor atendimento ao paciente. 

longitudinalidade no cuidado


Postagens Relacionadas